jusbrasil.com.br
19 de Junho de 2021

Campanhas publicitárias com música: cuidados com direitos autorais, de imagem e uso de marcas

Ana Clara  Ribeiro, Advogado
Publicado por Ana Clara Ribeiro
há 5 meses

Música é arte e arte é comunicação.

O vídeo de “Vacina Butantan”, gravado por MC Fioti nas dependências do Instituto Butantan e inclusive contando com a aparição de servidores, mostra que a união da música com a comunicação pode impulsionar discussões socioculturais, ou até mesmo questões de saúde pública.

A parceria entre música e ações de comunicação também acontece com muita notoriedade em ações de marketing, publicidade, propaganda branded content (conteúdo de marca) e branded entertainment (entretenimento de marca).

Não se trata de fazer marketing de influência com cantores e músicos — essa é uma ação válida e que pode gerar excelentes resultados, mas explorar o poder da música também pode ir além de veicular uma marca à imagem de um músico.

A música tem o poder de despertar sensações e comunicar mensagens, mesmo que a mensagem desejada não esteja explícita na letra. Como McLuhan dizia, “o meio é a mensagem”. E a música é um meio poderoso.

As cantoras Luísa Sonza e Lellê em campanha da Coca Cola. Frames extraídos do vídeo postado no canal da Coca Cola no Youtube. Reprodução para fins informativos.

Como a música se encaixa em estratégias de comunicação

A música pode trazer grande diferencial competitivo para uma campanha publicitária ou de marca.

Isso pode acontecer de diversas maneiras:

  • Sincronização de músicas na publicidade para TV e streaming;
  • Jingles publicitários;
  • Music branding;
  • Branded content e branded entertainment.

Criando uma estratégia de música e comunicação

Como você viu, são várias as formas de aproveitar o potencial da música em ações de comunicação (publicidade, propaganda, marketing, branding).

Por exemplo, no início do artigo, nós usamos o exemplo do MC Fioti, mas, naturalmente, a parceria com instituições vinculadas ao setor público podem trazer contornos diferentes do que uma ação entre duas empresas, ou uma empresa e um artista que atua como pessoa física.

Uma estratégia que une música e comunicação deve ser muito bem pensada sob todos os aspectos, desde a criação até a parte jurídica.

Alguns dos principais contratos e ações legais necessárias para que uma campanha publicitária com música seja planejada e executada de forma correta:

Esta é uma lista não exaustiva. Vários outras licenças, autorizações, contratos e registros em órgãos de Propriedade Intelectual podem ser necessários, dependendo da campanha publicitária.

Confira o artigo completo aqui.

...............................................................................................................................

Este é um artigo informativo, que não equivale a consulta jurídica, não substitui um trabalho de planejamento e consultoria. Tampouco há finalidade promocional de qualquer dos artistas ou marcas aqui mencionados, nem fins de monetização deste conteúdo mediante uso das obras aqui mencionadas ou incorporadas.

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

"Propriedade real é escassa. Os objetos da propriedade intelectual não são escassos, como Stephan Kinsella demonstrou. Imagens, idéias, sons, combinações de letras em uma página: estas coisas podem ser reproduzidas indefinidamente. Por esta razão elas não podem ser consideradas posses" . mises.org.br/Article.aspx?id=17

Veja mais em youtube.com/watch?v=yjGXWdxdmIs&t=883s continuar lendo